Palavras do futuro presidente a OAB-PE

Emerson Leônidas

 

Caros amigos e amigas, advogados e advogadas.

A nossa chapa é a única de verdadeira oposição. As outras duas até aqui registradas são variantes do mesmo modelo que vem dominando e distorcendo o sentido e os objetivos da OAB nos últimos 09 anos.

Infelizmente, o grupo que está no poder, e do qual tive a honra de fazer parte durante duas gestões, traiu os seus princípios e abandonou os seus compromissos. Aparelharam a OAB com apaniguados, seguindo o modelo do projeto PT de poder, que de forma deplorável se espalhou pelo país. A nossa Ordem passou a ser instrumento de partidos e trampolim para ambições eleitorais pessoais e totalmente alheia ao interesse de nossa categoria.

A outra chapa, que se diz oposição, partiu envenenada na origem pelo mesmo mal! Traz o pecado original de ter sido concebida e patrocinada por um grupo que usa, na política partidária, dos mesmos métodos arcaicos de querer se perpetuar no poder, a exemplo do que assistimos, recentemente, na Assembleia Legislativa do nosso Estado.

Esse jogo menor, que envergonha a quem se dedica à causa do direito, é um atentado contra a nossa instituição e contra todos os advogados pernambucanos.

As duas chapas adversárias disputam o controle da OAB com a mesma visão: utilizar a estrutura da Ordem para reforçar grupos políticos e projetos pessoais de poder.  A Ordem não pode continuar sendo cabo eleitoral de ninguém. Nem deve continuar servindo a um grupo político que ali se entranhou, como tem acontecido na Assembleia Legislativa do nosso Estado.

Assim, é clara a nossa proposta, que é despartidarizar e desparelhar a ordem desse mal. Devolver à OAB o seu papel de protagonista no debate dos grandes temas institucionais do nosso Estado e do País.

Somente através de uma Ordem descontaminada de interesses menores podemos devolver o respeito, a auto-estima, a dignidade no exercício da nossa honrada profissão.

Essa é a nossa proposta principal, a nossa tarefa, a nossa missão e o nosso desafio hoje.

Levantamos a bandeira da liberdade, da verdade, da transparência, da defesa intransigente das conquistas democráticas.

Capacidade para administrar bem, é justo e digno reconhecer, não é exclusividade de nenhum grupo. Mas na verdade, o nosso grupo, que está ai para todos verem, tem capacidade para administra melhor. Afinal, somos  todos advogados militantes, professores, e acima de chegamos aqui com liberdade, respeitando a paridade de gêneros.

Conosco, a Ordem não será cabide de emprego para cabos eleitorais de seu ninguém,

Boas propostas, todo tem condições de apresentar. Porém a nossa é a única chapa capaz de devolver a Ordem a sua grandeza, o seu papel, do qual nunca deveria ter se afastado. Só nós podemos recuperar o respeito da sociedade, do judiciário, das outras instituições republicanas e da própria categoria dos advogados pernambucanos.

Queremos e lutamos por uma Ordem altiva e independente. Uma Ordem sem comprometimento ou subserviência de qualquer natureza, sem rabo preso com qualquer autoridade.. Sem pedir a benção a nenhum partido político.

Na nossa chapa, a preocupação é não permitir que a Ordem seja utilizada para que alguém do grupo dirigente seja eleito vereador ou deputado. Muito menos usar a Ordem para conseguir uma boquinha na administração pública.

Essa é a nossa proposta fundamental, o nosso compromisso, a essência da nossa mensagem aos advogados e à sociedade!

Se você quer uma OAB independente, transparente e altiva, junte-se a nós: porque somos a oposição que diz sim!

Sim a liberdade e ao respeito a lei e à democracia!

Sim à autonomia e a dignidade dos advogados!

Sim a uma gestão moderna, sem personalismo, onde todos participem, tenham vez e voz.

Sim a uma Ordem finalmente libertada dos interesses mesquinhos e medíocres que lamentavelmente marcam esses 09 anos de gestão.

Para dar um basta ao continuísmo! Um basta a utilização da Ordem como trampolim de projetos eleitorais! Para dar um basta à submissão da OAB a partidos e grupos políticos, nós não dependemos de mega  estruturas, nem de campanha milionária. Precisamos apenas de um voto de consciência de cada advogado, de cada advogada.

Precisamos do trabalho e da participação de todos: para divulgar as nossas propostas; conquistar apoios; mobilizar os advogados por uma causa que não é de um grupo mas de todos os advogados de boa vontade.

Poder dizer com orgulho: SIM, EU QUERO UMA NOVA ORDEM.

Vamos juntos multiplicar o sim, e para isso eu convoco todos os advogados e advogadas pernambucanas.

Vamos juntos dizer sim, sim, sim, sim, sim, sim,, o meu voto é EMERSON LEONIDAS, presidente de uma nova Ordem, transparente, verdadeira e livre!